65- Observando

Eu queria achar um lugar legal
pra gritar até perder a força
Pra pirar até o dia amanhecer
e acordar do lado de um amor
Queria um lugar pra beber uma cerveja
tomando um banho gelado no meio
do sol infernal de Teresina sem escutar
nenhuma buzina
Queria sentar num banco e
apenas ver a hora passar olhando
para os passos dos outros andando
pelo calçadão da Frei Serafim
Eu queria levantar da cama,
abrir o chuveiro, sair pro ateliê e
encontrar a poesia me esperando na
porta, ver a música passar e pintar com
a ressaca do dia anterior sensibilizada de
desejo e idéias
Sair pro mercado velho umas
cinco da tarde só pra ver a revoada de pombos
sentada num banco de frente a praça da Bandeira
Viver seria tão simples!


Jaqueline Bezerra - Jaque
__________________________________________________
Loading...

Exposição: Antonio Júnior

Num passeio pelos Interiores

Partes do Interior

Partes do Interior
Foto: Antonio Júnior

Partes do Interior

Partes do Interior
Foto: Antonio Júnior

Partes do Interior

Partes do Interior
Foto: Antonio Júnior

Partes do Interior

Partes do Interior
Foto: Antonio Júnior

Partes do Interior

Partes do Interior
Foto: Antonio Júnior

Partes do Interior

Partes do Interior
Foto: Antonio Júnior

Partes do Interior

Partes do Interior
Foto: Antonio Júnior

Partes do Interior

Partes do Interior
Foto: Antonio Júnior

Partes do Interior

Partes do Interior
Foto: Antonio Júnior

Partes do Interior

Partes do Interior
Foto: Antonio Júnior

Partes do Interior

Partes do Interior
Antonio Júnior

Partes do Interior

Partes do Interior
Foto: Antonio Júnior

Partes do Interior

Partes do Interior
Foto: Antonio Júnior

Partes do Interior

Partes do Interior
Foto: Antonio Júnior